Nova rodoviária de Cuiabá trará inovação comercial

A Secretaria do Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra) do Mato Grosso assinou contrato com a Sinart – empresa responsável pela administração da rodoviária de Cuiabá e de outras 35 rodoviárias, para realizar melhorias na infraestrutura do prédio, na acessibilidade, na segurança e limpeza de onde os passageiros transitam diariamente. Desde o dia 16 de novembro, a Rodoviária Engenheiro Cássio Veiga de Sá, em Cuiabá vem sendo administrada por uma nova empresa, em caráter emergencial, para que os serviços oferecidos a unidade não sofram paralizações. O objetivo da reformulação é transformar o local em um centro comercial, integrando vários serviços aos usuários, para facilitar a vida de quem precisa acessar outros serviços e utiliza o terminal para se deslocar durante o período comercial ou em feriados. De acordo com planejamento do projeto com o nome de Rodoviária Shopping, serão instalados caixas eletrônicos de várias operadoras bancárias, novos restaurantes, lojas e até a instalação de uma unidade de Ganha Tempo. Outra melhoria prometida em papel é sobre a climatização da unidade e a disponibilidade de internet gratuita aos passageiros. O modelo deve ser parecido com o que já foi implantado na capital de Goiás, reunindo um verdadeiro centro de serviços, no local.

Rodoviária Shopping

Quem vencer a licitação para administrar a Rodoviária Shopping de Cuiabá terá autonomia pelos próximos 30 anos. No total, serão contratados oito seguranças privados, nos banheiros, a instalação de bebedouros, guichês com informações aos turistas, acessibilidade para pessoas com deficiências, obras de melhorias na infraestrutura da unidade e instalação do wi-fi. A Sinfra quer finalizar no primeiro semestre de 2018 a modelagem definitiva da concessão da rodoviária.

Antiga realidade

A antiga empresa Servert operava a rodoviária nos últimos 23 anos, sendo que há uma década estava sem contrato. Ou seja, dessa forma não vinha fazendo os investimentos necessários e previstos em contrato.

Rodoviária de Foz do Iguaçu instala climatizador sustentável

Agora não é mais uma peculiaridade dos coletivos, oferecer um clima mais ameno e agradável para quem vai viajar, principalmente em épocas do ano em que os termômetros registram mais de 35 graus. É assim que a rodoviária de Foz do Iguaçu tenta reunir o maior fluxo de passageiros, mesmo no verão do Paraná. A Tarobá Construções, empresa concessionária do terminal rodoviário, está implantando um sistema ecológico de redução de temperatura que promete não agredir o meio ambiente. Para deixar o clima do local mais agradável, foram instalados dois aparelhos de climatização, com vazão de insuflamento de 73 mil m³ por hora, cada.

Eles são sustentáveis porque não utilizam qualquer tipo de gás para funcionar. O resfriamento se baseia na renovação e na mudança de pressão do ar e é conhecido como resfriamento adiabático. A função do equipamento é trocar o ar até 40 vezes por hora, reduzindo a sensação térmica através de um processo endotérmico. O ar também vai renovar o ambiente na área de embarque e também será percebido pelos passageiros que estiverem se alimentando na praça de alimentação do prédio.

Os aparelhos, além de resfriar e renovar o ar ambiente, eliminam poluentes, odores e sujeiras, melhorando a qualidade do ar no local. Para prevenir e suavizar os efeitos das altas temperaturas, os climatizadores não deixam o ar seco, pelo contrário, devolvem a umidade. Nesse sistema é umidade é controlada e mantida em 65%. Além disso, o representante da marca do climatizador garante que o aparelho não ressaca ao ar, já que o resfriamento se utiliza da água para baixar a temperatura do local. A umidade se dissipa por todo o ambiente sem molhá-lo. Isso é muito importante, porque além de não poluir o ambiente, a rodoviária permanece aberta o tempo todo, e mesmo assim o ar é renovado frequentemente.

 

Cai número de passageiros na rodoviária de Picos

A rodoviária de Picos e outros terminais rodoviários que atuam na operação de linhas de longa distância, pelo interior do Piauí, registram desde o início do mês queda no número de embarques durante o mesmo período do ano passado. A expectativa para o último mês do ano também não é das melhores, já que a crise econômica enfrentada pelos brasileiros está afastando muita gente das viagens de lazer no período de festas e no próprio final de ano. Este vai ser a primeira “alta temporada” dos últimos quatro anos que empresas rodoviárias especializadas no transporte de passageiros da região podem ficar sem registrar aumento nas vendas de suas passagens de ônibus.

Segundo informações da administração do Terminal Rodoviário Zuza Baldoíno, em Picos, a baixa na circulação de pessoas durante esta época do ano não só preocupa as operações do terminal rodoviário e as próprias auto viações, que também sofrem sistematicamente com esta redução – também influenciando diretamente nas vendas dos lojistas e comerciantes que possuem pontos comerciais instalados no local. É por este motivo que na visão do empresário e coordenador da rodoviária, Francisco de Assis Portela, o terminal é o empreendimento mais ameaçado e prejudicado com este declínio, já que corre o risco de perder parcerias comerciais e sobrecarregar os recursos para subsídios das despesas de operação do prédio.

Fluxo Rodoviário

Desde o ano passado, mais de 600 pessoas utilizam o serviço rodoviário da cidade (Picos) diariamente para se deslocar. Só nos últimos meses deste ano, o número caiu pela metade, em comparação com o ano passado, mas deve subir, com a proximidade do Natal e do Réveillon. A expectativa mais otimista da administração da rodoviária de Picos espera receber cerca de 700 pessoas durante os últimos dias de 2017.

Novo Rio recebe 242 mil pessoas no dia 12 de outubro

Mais de 240 mil pessoas passaram pela rodoviária Novo Rio no feriado de 12 de outubro. Para dar conta da alta demanda, devido ao feriado nacional, a Concessionária Novo Rio, disponibilizou 7.780 ônibus entre a quarta-feira (11/10) e a segunda-feira (16/10). Deste total, 1430 unidades foram colocadas em horários alternativos. Os destinos de curta distância mais procurados foram as cidades das regiões dos Lagos, Costa Verde e Serrana, no Estado do Rio de Janeiro. As cidades de Minas Gerais, São Paulo e Espírito Santo também registram boa procura em linhas interestaduais, aos que preferiram deixar o estado carioca. A véspera, dia 11, movimentou a maior concentração de embarques, quase 27 mil das viagens registradas no feriado. Ao contrário do que acontece no domingo, dia de maior movimento de desembarques da rodoviária do Rio de Janeiro, quando mais de 23 mil cariocas retornaram a capital.

Evento infantil na rodoviária Novo Rio

A viação 1001 em parcerias com lojas da rodoviária, como a livraria Bukz, Baby Kids Rio, Ponto de Bala, Lindo Rio e Via Rio, a concessionária realizaram um evento infantil, grátis, de 16h às 20h, em comemoração ao Dia das Crianças. Foram distribuídos brinquedos, livros infantis, pipoca e pirulitos para as crianças que estiverem no terminal e o personagem infantil, o Homem Aranha apareceu no local para comandar uma série de atividades recreativas.

Atenção as recomendações antes de embarcar

Os bilhetes podem ser adquiridos nos guichês, nos sites das viações ou em sites especializados. Também é importante que o passageiro não se esqueça de levar a sua documentação original com foto (RG, Carteira de Habilitação ou Carteira de Trabalho) exigida no embarque, principalmente nas viagens com maiores de 12 anos. Outra dica é para quem desembarca no Rio e quer pegar um táxi. A concessionária sugere o uso dos credenciados (serviço regulado sob fiscalização pela SMTR – Secretaria Municipal de Transportes) nos guichês do setor de desembarque inferior. Para registros de queixas o passageiro deve acionar a Ouvidoria da Prefeitura (SAC 1746 ou www.rio.rj.gov.br/ouvidoria).

Rodoviária de Ribeirão recebe 38 mil pessoas no feriado

Quase 40 mil pessoas passaram pelas plataformas de embarque e desembarque da rodoviária de Ribeirão Preto, por conta do feriado santo comemorado no dia 12 deste mês. Segundo a Socicam, empresa que administra o terminal do interior de São Paulo, estima que o movimento aumentou desde a quinta-feira e se estendeu até o final da semana.Com exceção dos romeiros que aproveitaram o feriado religioso para ir até Aparecida, no Santuário de Nossa Senhora Aparecida, teve muita gente que aproveitou o dia de folga para viajar para outras cidades de outros estados como Rio de Janeiro, Uberaba e Goiânia

A capital paulista também ficou entre os destinos mais procurados. Apesar do que muitos apostarem nos feriados do final de ano e do Natal, quem administra o terminal de Ribeirão Preto garante que o fluxo de passageiros durante o feriado de Nossa Senhora Aparecida e do Dia das Crianças é superior. No último Natal, o local registrou movimentação de 20 mil usuários entre a véspera e o feriado. Os embarques de Ribeirão Preto, no final da noite do dia 11, entre as 20h e 23h, e as saídas durante o horário comercial do dia seguinte, em pleno feriado, foram os mais movimentados da rodoviária.

Viajar no feriado com tranquilidade

Na rota do calendário de 2018, os feriados continuam aparecendo com frequência. Por isso, é importante seguir algumas dicas na hora de reservar e imprimir a passagem, e embarcar. Procure antecipar a compra do bilhete e chegar ao terminal rodoviário, em vésperas de feriados, antes do habitual. As bagagens devem ser identificadas com nome e telefone para contato, e quando for necessário, não dispense ajuda de funcionário identificado – basta ir no balcão de informações para esclarecer eventuais dúvidas. No caso de viagens com crianças, preste atenção para evitar problemas. Quem tem menos de 12 anos pode viajar acompanhado dos pais, responsáveis legais, irmãos com mais de 18 anos, avós ou tios de primeiro grau, desde que tenha documento de identificação. Caso contrário, a companhia de ônibus pode pedir uma autorização escrita, assinada pelo pai, mãe ou responsável, com firma reconhecida.

Rodoviária de Curitiba dá dicas para embarques alternativos

Fuja das filas, atrasos e das dores de cabeça no momento do embarque. Essa é a tarefa que a empresa responsável pela rodoviária de Curitiba tem durante o próximo feriado do dia 12 de outubro (Dia das Crianças). Quem ainda não reservou a passagem rodoviária, mas pretende aproveitar o feriado para viajar, deve ficar atento aos dias e horários de pico nesta data. A Urbs, empresa que administra o local espera que mais de 20 mil embarques deverão acontecer entre quarta e quinta – ou seja na véspera e no próprio feriado religioso. O fluxo de carros e pedestres também deve se estender as principais avenidas e ruas em torno do principal terminal rodoviário de Curitiba – por isso, é preciso evitar o deslocamento nestes locais, principalmente entorno da rodoviária de Curitiba.

Segundo a Secretaria Municipal de Trânsito (Setran), por causa do trânsito de passageiros, o fluxo de automóveis no centro da capital estará mais intenso durante à tarde da véspera do feriado. O movimento no entorno dos pontos turísticos e do terminal também deve aumentar entre quarta e quinta. O final da tarde e o começo da noite de quarta deve ser o horário de pico para quem pretende deixar a capital paranaense.

Destinos rodoviários mais procurados

Mais da metade das passagens já reservas pelas operadoras de transporte que atuam no terminal de Curitiba, tem destino para cidades do interior do Estado. O litoral do Paraná também está entre os destinos mais procurados neste período em que se comemora o Dia das Crianças. A Urbs recomenda a compra de passagens de ônibus pela internet e pede que os passageiros se programem para chegar ao terminal rodoviário com antecedência, se a opção for viajar entre os dias 10 e 11.

Feriado atrai mais de 200 mil passageiros no Novo Rio

O terminal rodoviário Novo Rio, do Rio de Janeiro, recebeu entre os dias 6 e 11 de setembro, mais de 210 mil passageiros vindo e indo, por conta do feriado de 7 de setembro (Independência do Brasil). A Novo Rio, concessionária responsável pela operação das companhias que tem credenciamento no terminal rodoviário do Rio de Janeiro disponibilizou, no total, 7930 ônibus, entre o feriado e o primeiro final de semana do mês. Do total, 1580 são ônibus extras com operação exclusiva para superar a demanda já prevista com um mês de antecedência.

Com exceção dos destinos cariocas, as capitais de São Paulo, Espírito Santo e Minas Gerais também registraram grande procura de passagens rodoviárias. A maior concentração de desembarque aconteceu em terminais rodoviários da região dos Lagos, Serrana e Costa Verde. Cerca de 25 mil pessoas utilizam as plataformas do rodoviária Novo Rio para sair da capital, na véspera do feriado nacional, no dia 6. Já no domingo, foi o dia de maior movimento registrado para quem retornava ao Rio de Janeiro, tornando o fluxo intenso de passageiros pelos corredores do local. Considerado um dos terminais rodoviários mais importantes e movimentados do Brasil, o Novo Rio tem uma média de 200 mil passageiros em feriados comemorados no meio do mês. O aumento apenas é superado em datas registradas em altas temporadas e finais de ano, principalmente na última semana de dezembro.

Compras Online

As reservas feitas pela internet são grandes aliadas das empresas de ônibus que atuam na rodoviária Novo Rio. Elas evitam tumulto e filas nos guichês, antes de cada embarque. Para a administração do terminal, a projeção das vendas também é outro ponto favorável para quem usa a tecnologia na programação da viagem. O site Quero Passagem possui mais de 20 rotas rodoviárias disponibilizadas pela rodoviária Novo Rio, através das operações de importantes companhias com a viação Cometa, 1001, Catarinense, Expresso Brasileiro e Kaissara.

Rodoviária de Campo Grande recebe 15 mil embarques no feriado

O feriado que comemora a Independência do Brasil, no dia 7 de setembro, foi responsável pelo registro de 15 mil embarques na rodoviária de Campo Grande, na zona sul da cidade. O aumento foi registrado pela Socicam – empresa que administra o terminal rodoviário, entre as vésperas e o feriado, de quinta. Os horários das 20 e 23 horas, na quarta (6) e das 8 e 12 horas, no feriado, quinta (7), foram os mais concorridos para quem estava com a passagem reservada e pretendia sair do terminal.

O fluxo de pessoas neste período gerou pequenas filas nas plataformas de embarque e em alguns guichês de empresas de ônibus que atuam no terminal rodoviário de Campo Grande. Segundo a Socicam, mais de 3 mil passageiros aproveitam o feriado para sair da capital neste feriadão. Com exceção das viagens de ônibus realizadas entre os estados vizinhos, a cidade de Corumbá foi uma das mais procuradas para desembarque, durante o feriadão. O terminal de Campo Grande também registrou grande aumento na compra de passagens rodoviárias com destino a Belo Horizonte, Cuiabá, São Paulo e Porto Alegre. A maior conexão de desembarques realizados na capital, foi gerada de cidades do interior do estado do Mato Grosso do Sul.

Operação de feriado

Para dar conta de atender a demanda extra nos serviços prestados pelo terminal, a Socicam integrou várias ações até o final de semana. Uma delas foi aumentar o quatro de funcionários nos setores de operação, limpeza, segurança e manutenção. A programação dos ônibus regulares também passou por mudanças para proporcionar mais qualidade e agilidade no atendimento de quem embarcou e desembarcou no local. Além dos ônibus extras, os pontos de alimentação, lojistas e demais serviços foram ampliados. A Socicam também divulgou uma lista com orientações para passageiros seguir antes de reservar a passagem no dia da viagem.

Rodoviária de Curitiba espera aumento de 12% no feriado

A rodoviária de Curitiba, no Paraná, pretende receber um aumento de mais de 10% no fluxo de passageiros, durante o feriado de Independência do Brasil, que será comemorado na quinta (7), em comparação com o mesmo feriado do ano passado. Para a Urbs, empresa que administra o terminal rodoviário de Curitiba, o número pode ser ainda maior, já que na capital, a sexta-feira, dia 8, também é feriado, dia da padroeira da cidade, Nossa Senhora da Luz dos Pinhais, tornando as viagens muito atrativas, já que estamos em baixa temporada e o feriado prolongado com o final de semana não é uma má ideia para quem quer viajar com economia.

Se de fato, os viajantes aproveitarem o tempo livre para esticar o final de semana, pelo menos 50 mil passageiros poderão ser vistos nas plataformas de embarque que ligam os trechos interestaduais e intermunicipais da rodoviária de Curitiba, durante os quatro dias de folga. Para alcançar o número previsto pela Urbs, metade deste total de embarques deverá acontecer antes do feriado de Independência, ainda na quarta (6), quando boa parte dos curitibanos deixará a capital em rumo de outros destinos. Segundo dados da administradora, 45% dos passageiros preferem aproveitar o feriado para ir até o interior do Paraná. Outro montante composto por 20% ocupam as passagens de ônibus com destino ao litoral catarinense (o mais cobiçado pelas paranaenses), e os outros 15% viajam menos, e dão preferência as próprias praias do Estado.

São Paulo também é responsável por uma fatia de 12% das vendas rodoviárias neste período, seguido pelo Rio de Janeiro, com 2% das intenções, e outras cidades de diversos estados brasileiros. O terminal rodoviário de Curitiba receberá reforço na fiscalização e no atendimento nos quatro dias de feriado prolongado, e pode ter ônibus extras durante a quarta e quinta.

Terminal de Porto Velho reajusta taxa de embarque

O aumento na taxa de embarque imposto pela rodoviária de Porto Velho está encarecendo o preço das passagens rodoviárias adquiridas com embarque no terminal. Autorizado pela Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados do Estado de Rondônia (AGERO), a administradora do espaço, Silvestre LTDA poderá cobrar a taxa de R$ 1,80 por cada passagem rodoviária, acrescida o valor comercializado pelas operadoras de transporte que atuam no local. A taxa já embutida no valor da passagens de ônibus dá direito ao passageiro ao uso dos sanitários instalados no local. Basta o passageiro mostrar o comprovante da passagem há um funcionário para utilizar o serviço gratuitamente.

Com o recolhimento da taxa, o terminal de Porto Velho e as concessionárias que administram outros terminais rodoviárias podem manter o local mais limpo e seguro. É importante salientar que o preço da tarifa de embarque pode ser mais cara conforme a distância e da cidade de destino da viagem. Apesar das criticas de muitos usuários do local, depois que a tarifa passou a ser praticada, vários passageiros garantem que a limpeza do prédio melhorou. Mesmo assim, a segurança é algo que preocupa os passageiros e até mesmo os comissionados que atuam no espaço. Há constantemente vários registros de furto e tumulto no setor de embarque.

Dados da rodoviária de Porto Velho

A Rodoviária de Porto Velho oferece linhas intermunicipais e interestaduais para Ariquemes, Cacoal, Ji-Paraná e Pimenta Bueno, respectivamente dentro de Rondônia, além de integrar os estados do Acre, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Paraná, com o serviço rodoviário de mais de cinco companhias de ônibus credenciadas. Quem compra as passagens de ônibus pela internet já estão colaborando com os impostos e taxas aplicadas pelo terminal rodoviário.