Destinos mais procurados na rodoviária de Campinas na Páscoa

rodoviária de CampinasSe você mora em Campinas e pretende ir até a Americana de ônibus, durante o final de semana de Páscoa, é bom reservar a passagem rodoviária com antecedência. Acontece que este é um dos destinos mais procurados por quem embarca no terminal rodoviário de Campinas, principalmente em feriados prolongados e datas comemorativas. Além de Americana, as cidades de São Paulo, Jundiaí e Sorocaba merecem atenção especial caso estejam em seu roteiro. Para evitar tumultos ou reservar a última poltrona do ônibus, vale a pena garantir o serviço pela internet, antes mesmo de ir até o terminal rodoviário.

Só no final de semana de Páscoa, a rodoviária de Campinas espera receber mais de 25 mil pessoas, considerando que a grande maioria delas irá embarcar. É por isso que além de garantir a reserva pela internet, chegar pelo menos uma hora com antecedência é outra dica importante. Quem for viajar com bagagens também não pode esquecer de etiquetar as malas, com nome e telefone. E outra coisa, não se esqueça de estar com seu RG na hora de embarcar, hein!

Para os papais e mamães que pretendem viajar com filhos menores de 12 anos, devem providenciar o documento de identificação das crianças. Quando o adulto não puder acompanhar a viagem, é preciso que um responsável legal apresente uma autorização por escrito e assinada pelos pais, com firma reconhecida, para que a criança possa embarcar sem problemas. As vagas no estacionamento da rodoviária de Campinas também são concorridas e por isso é preciso não devem ser ocupadas por muito tempo, principalmente por parentes que vão até o terminal só para levar passageiros – evite ser multado. O terminal rodoviário de Campinas também disponibiliza um telefone de contato para usuários tirem suas dúvidas, é só discar para o (19) 3731 2930.

Rodoviária de Maceió registra queda no número de embarques

rodoviária de MaceióNem mesmo os dias de folga provocados pelo Carnaval têm salvado o caixa das principais companhias de ônibus de circulam no terminal rodoviário de Maceió. Segundo informações do setor administração da rodoviária, o fluxo dos embarques em destinos pelo interior do estado e até mesmo de outras regiões, durante este época, não tem sido suficiente para superar a marca alcançada nos dois últimos anos. Este já é o segundo feriado prolongado do ano que apresenta uma demanda de embarques inferior ao comparado no mesmo período do ano anterior.

E por conta da crise econômica, que tem sido o principal motivo pela queda no número das viagens, as próximas datas não prometem grandes aumentos em busca do serviço rodoviário. A gerência do terminal de Maceió informou que o modal recebe em média, 2,3 mil embarques em dias de movimento normal e que durante o Carnaval a média de pessoas embarcando atingiu a casa dos 3,5 mil passageiros (um crescimento relativamente pequeno para a expectativa das empresas que atuam no local).

Real Alagoas

Contudo, a viação Real Alagoas tem tentado “fazer barulho” para chamar a atenção dos clientes e salvar as linhas que são disponibilizadas no terminal. Durante o Carnaval, a empresa chegou a contratar um grupo musical para tocar em frente ao guichê de atendimento na tentativa de atrair mais clientes. A companhia de ônibus admite que o momento não é bom e que depois da diminuição das reservas, o número de veículos à disposição também foi reduzido. No ano passado a Real Alagoas atendia a demanda com 32 ônibus extras, já este ano o número caiu para 20 veículos, isso representou para a empresa uma parcela de passagens que não foram comercializadas, entre os 12 ônibus que circularam durante o feriado. Além dos embarques para o interior de Alagoas, os destinos mais procurados por quem viaja de ônibus ficam entre as cidades de Recife, Aracaju e principalmente Salvador.

Rodoviária de Curitiba “vende” 19 pontos comerciais através de licitação

rodoviária de curitibaO maior complexo rodoviário da capital do Paraná está com edital aberto para licitar a locação de 19 pontos comerciais nas dependências do prémio, que fica localizado no centro da cidade. Quem tem interesse deve apresentar proposta com valor da locação deve ir diretamente na sede da Urbanização de Curitiba S/A (Urbs), na Avenida Presidente Affonso Camargo, 330, atrás da Rodoviária, até o dia 17 deste mês. A abertura das propostas e sessão pública para decidir os novos concessionários só acontecerá no dia 26, no auditório da Urbs.

Há vagas para instalação de quatro lanchonetes, uma farmácia e outros comércios. A licitação será aplicada através da concorrência pela maior oferta será destinada a pessoas físicas, jurídicas, consócios e também franquias, desde que atendam às condições prevista no edital, que está disponível no site da Urbs (www.urbs.curitiba.pr.gov.br), clicando em Institucional, Licitações e localizando Concorrência Urbs 001/2017. Com exceção dos comerciários voltados ao setor farmacêutico e alimentício, conforme consta no edital, há 14 espaços disponíveis para instalação de comerciais de livre escolha, sendo permitida a instalação de lojas do ramo do vestuário, livrarias, presentes e outros artigos que tenham demanda para comercialização dentro do terminal rodoviário.

Os preços mínimos de outorga variam de R$ 11.959,20 e R$ 118.998,00, conforme a metragem e a localização do espaço, já que os “boxes” também levam em consideração o fluxo de pessoas que a rodoferroviária de Curitiba possui diariamente – segundo informações da empresa que administra o local, cerca de 30 mil pessoas acessam a rodoviária, seja embarcando, desembarcando, acompanhando outro passageiro ou trabalhando no local, composto no bloco ferroviário e rodoviário. Para tirar dúvidas sobre prazos e regras sobre o processo de licitação, é preciso encaminhar e-mail para comissão de licitação em boletins de esclarecimento publicados na internet, que responderão as solicitações através do esclarecimentosedital@urbs.curitiba.pr.gov.br.

Carnaval movimentará R$ 977,9 milhões para o setor rodoviário

terminal rodoviárioOs terminais rodoviários do Rio de Janeiro, São Paulo, Salvador, Manaus e de outras capitais se beneficiarão de uma porção de aproximadamente R$ 980 milhões que devem ser gerados durante o feriado de Carnaval. As atividades turísticas ligadas a festa popular devem movimentar só neste ano mais de R$ 5,5 bilhões, segundo pesquisa divulgada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Além do transporte que também contempla as operadoras de transporte, agências de viagens, transporte aéreo e locação de veículos, o faturamento é composto por gastos com alojamento, alimentação, turismo, esporte e lazer.

A pesquisa aponta que serviços de alimentação em bares e restaurantes vão responder por 57,3% da receita, o equivalente a R$ 3,31 bilhões. Com o setor de bares e restaurantes, os serviços podem ser responsáveis por mais de 85% de toda a receita gerada no período carnavalesco, considerado o maior feriado do calendário nacional. Apesar de a expectativa agradar a todos os setores, o volume de recursos movimentado no carnaval deste ano deve ser 5,7% menor do que o apurado no mesmo período do ano passado e o pior desempenho das atividades turísticas entre os últimos três anos.

Apesar da maior concentração desse recurso ser destinado ao Rio de Janeiro, o que deve equivaler a R$ 2,4 bilhões, dos R$ 3,31 bilhões previstos, o setor rodoviário vê o crescimento da demanda de forma democrática, já que São Paulo, Minas Gerais e três estados da região Nordeste, Bahia, Ceará e Pernambuco também estão na lista dos destinos mais procurados nesta época do ano. O eixo Rio-São Paulo deve concentrar 68,2% da receita do setor, durante o Carnaval. Vale ressaltar que apesar da tendência recente de uma menor variação dos preços dos serviços típicos nesta época do ano, a retração real da renda tem imposto a necessidade de ajustes frequentes no orçamento das famílias, através da postergação dos gastos não essenciais, como é o caso do lazer. Por isso, quem vai viajar neste época do ano, deve prepara o bolso, para gastar mais do que o ano passado.

Greve da PM prejudica movimento nos terminais do Espírito Santo

Greve das PMsMuitos turistas que estavam alojados em cidades do Espírito Santo estão antecipando o fim das férias. A insegurança tem tomado conta da região metropolitana do Estado, depois que a maior parte do efetivo da Polícia Militar decidiu cruzar os braços. Além do prejuízo causado no setor rodoviário, contabilizado pelas companhias de ônibus e rodoviárias das principais cidades capixabas, várias redes de hotéis já visualizam uma taxa de desistência de hospedagens de mais de 10%. “É uma diminuição que faz muita diferença no momento em que estamos atravessando”, desabada o gerente de uma famosa rede de hotéis de Vitória.

Muitos hóspedes estão questionando sobre a falta de segurança e policiamento nas principais praias da cidade. A rotina do terminal rodoviário de Guarapari também mudou com a situação. Segundo o dono da rodoviária, os ônibus que operam no local passaram a realizar embarques em outros pontos da cidade, com receio de serem alvos de criminosos. Os veículos passam pelo terminal, mas permanecem por pouco minutos. O mesmo aconteceu com quem ia até o local para reservar a passagem. Agora a maioria das passagens é comprada pela internet. E o pior, só em Guarapari, houve aumento de pelo menos 30% no número de passagens de volta, de saída. Sinal de que muitos turistas estão antecipando o retorno pra casa.

Preocupados com a situação de todo o Estado, secretário de Turismo disse que tem intensificado o dialogo entre as partes que representam os profissionais de segurança, com a intenção de garantir proteção a todos que estão de passagem pelas cidades. A programação do tradicional carnaval também deverá ser mantida, mas o prejuízo no número de fólios deve acontecer. Pelo menos é isso o que prevê a maior parte dos terminais rodoviários do Espirito Santo. Boa parte deles afirma que o prejuízo estimado será de 30%.

Rodoviária contará com 350 horários extras no Carnaval

carnaval 2017Ônibus para viajar até Salvador neste Carnaval não deve ser problema. Pelo menos, se depender da rodoviária da capital baiana, ninguém ficará sem viajar durante o feriado prolongado. Além dos 540 horários regulares, que o terminal rodoviário dispõe, durante os dias 20 e 28 de fevereiro, as plataformas de embarque e desembarque contarão com um reforço de 350 horários extras. Este é número que a Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia (Agerba), acredita ser suficiente para suportar a demanda de passageiros no período mais movimentado da capital.

Mesmo com mais linhas há disposição, a recomendação é reservar a passagem com antecedência, já que em dias de movimento nem sempre dá pra escolher o horário exato do embarque. Especialistas afirmam que mesmo com os horários extras, a procura pelos itinerários mais populares costuma ser grande, e por isso, reservar a poltrona com antecedência é fundamental. Para este Carnaval, são esperados 120 mil passageiros, que desembarcarão na rodoviária de Salvador. Segundo a Agerba, a quantidade de veículos extras foi baseada no movimento registrado no mesmo período do ano passado. Mesmo o reforço sendo grande, há possibilidade de haver mais horários alternativos entre o final de semana e o feriado de carnaval.

Orientações de Embarque

Em feriados prolongados é importante seguir orientações básicas para não ter problemas na hora do embarque. Uma delas é comprar o bilhete com antecedência presencialmente na rodoviária, por internet ou telefone. A maioria das empresas que operam no local já disponibiliza este serviço. Também é recomendável que os passageiros, no dia da viagem, cheguem ao menos 20 minutos antes da hora do embarque. Crianças de até cinco anos de idade, se não ocuparem assentos, não pagam passagem. Todos devem levar documentos de identificação com foto ou certidão de nascimento (para crianças de até 11 anos).

Rodoviária Novo Rio pode bater recorde na Páscoa

rodoviária novo rioO Carnaval ainda não terminou, mas a rodoviária Novo Rio, no Rio de Janeiro só pensa na Páscoa. Se o terminal rodoviário repetir o fluxo de passageiros do ano passado, mais de 300 passageiros irão passar pelo local. Essa é a mesma estimativa que a concessionaria Novo Rio tem para o próximo feriado prolongado. O número de interessados nas viagens rodoviárias só perde para os foliões que desembarcam na capital carioca durante o Carnaval. Os municípios das regiões dos Lagos, Costa Verde e Serrana são os mais procurados nesta época do ano, segundo a empresa que administra a rodoviária do Rio de Janeiro. A capital fluminense também fica movimentada no domingo de Páscoa, quando mais de 40 mil passageiros retornam para a cidade, através dos serviços das auto viações interestaduais.

A ponte que liga a Região dos Lagos até Niterói é um dos trechos da cidade com maior fluxo rodoviário durante o domingo. De acordo com levantamento da administração, 500 mil veículos rodoviários trafegaram pelo local no ano passado. O trânsito também ficou intenso na Via Lagos, que liga a região metropolitana do Rio à Região dos Lagos, onde o ponto chegou a receber mais de 140 mil automóveis no final de semana.

O acesso às cidades vizinhas de Cabo Frio, Búzios, Arraial do Cabo e São Pedro da Aldeia também passa a ficar com fluxo intenso de veículos. Teve gente que pegou congestionamento para retornar ao Rio de Janeiro. No domingo, mais de 40 mil veículos devem se aglomeram rumo à cidade maravilhosa. Para a concessionária Concer, a BR-040, no trecho que liga o Rio às cidades mineiras, 400 mil veículos são aguardados durante o feriado.

Rodoviária de Teresina espera aumento de embarques no Carnaval

Carnaval 2017A rodoviária de Teresina esperar repetir o número de passageiros que recebeu no Carnaval do ano passado e ver as vendas de passagens de ônibus “decolarem”. Por causa do feriadão, o número de interessados nas viagens pode aumentar em até 50%, do que o terminal já tem costume de receber. Quem antecipou as reservas e embarcou antes da farra começar, preferiu o interior e o litoral do estado piauiense, com destaque para os destinos em Barras, Floriano, Luís Correia, além de São Luís, no Maranhão, e Fortaleza, no Ceará. Segundo a coordenação do Terminal Rodoviário Lucídio Portela de Teresina, em média, a rodoviária recebe 2 mil passageiros por dia, que embarcam em linhas interestaduais e intermunicipais, oferecidas pelas auto viações.

Cerca de 80 ônibus extras deverão entrar em ação para ajudar no movimento intenso durante o Carnaval. Só uma das empresas rodoviárias irá ampliar a frota com ajuda de 28 ônibus. Segundo a organização, isso ajuda a minimizar as filas e a falta de poltronas livres para embarcar, durante os itinerários mais disputados. Além dos foliões de plantão, há quem aproveite os dias de folga longe dos estudos e do trabalho, para viajar e relaxar. Foi exatamente isso que o casal Helena e Gustavo, fizeram no ano passado. Os dois aproveitaram a folga do trabalho para visitar parentes no interior do Estado e não sentiram dificuldade para embarcar, mesmo viajando durante o dia, horário de movimento no local.

Quem não abre mão da folia, parte em sua maioria para o litoral do Piauí, ponto tradicional dos foliões que moram em Teresina. As passagens de ônibus de Teresina também podem ser reservadas facilmente na internet. O site especializado no serviço, conhecido como Quero Passagem ajuda milhares de passageiros que moram na cidade e querem viajar de ônibus para outros Estados, sem ter de ir até o terminal rodoviário para escolher a poltrona preferida. O serviço também garante diversas linhas interestaduais com desembarque na capital do Piauí, através das melhores companhias de ônibus do Brasil.

Embu das Artes tem um grande terminal rodoviário

terminal embu das artesA rodoviária de Embu das Artes, localizada na Região Metropolitana de São Paulo oferece diariamente 10 linhas de desembarque em grandes cidades e capitais do país. O local integra mais de 150 partidas diárias para 40 destinos atendidos por 14 empresas de ônibus da capital paulista. Entre as cidades ligadas a Embu das Artes pelo terminal rodoviário estão: Itanhaém, Mongaguá, Peruíbe, Praia Grande, Florianópolis, Lages, Rio do Sul, Brusque e Itajaí, Balneário Camboriú, Florianópolis, Joinville, Belo Horizonte, Curitiba e Recife entre outras.  O espaço é amplo, com instalação de comércios e vários serviços para o usuário de ônibus.

Com os investimentos, quem passa pelo terminal para embarcar ou chega de alguma outra cidade tem diversão e serviços básicos garantidos. A rodoviária oferece lojas de artesanato, farmácia, agência de viagem, armazém de secos e molhados, e também restaurantes, bar e lanchonete. Prometendo servir pratos rápidos, sanduíches, salgados, doces, sucos e outras bebidas, para garantir aos passageiros maior conforto e comodidade.

Turismo em São Paulo reforça melhorias em Embu das Artes

Os novos destinos ampliaram as linhas dos onibus de viagem e rodoviários e colocaram Embu das Artes dentro do principal roteiro turístico da capital do estado de São Paulo, recebendo pessoas vindas de todos os destinos, facilitando assim a visitação na região e facilitando a interação entre rotas importantes. Só a viação Breda já tem 50 partidas com destino ao litoral paulista, marcadas apenas para o mês setembro, com saída da rodoviária de Embu das Artes. Mais de 1 milhão de pessoas passam pelas plataformas da rodoviária, anualmente.

Terminais do interior de SP registram aumento de passageiros

rodoviária de VotuporangaNesta época do ano a procura pelas passagens rodoviárias aumenta em pelo menos 20% no terminal rodoviário de Votuporanga. Este é um dos exemplos que acontece com a maioria das rodoviárias do interior de São Paulo, entre os meses de dezembro e janeiro. De acordo com o Quero Passagem, site especializado na venda de passagens de ônibus para todos os estados do Brasil, o volume de reservas envolvendo trechos para cidades do interior paulistas, como: São José do Rio Preto, Bauru, Ribeirão Preto, São Carlos e Presidente Prudente, chega a dobrar durante o final de ano.

Em Votuporanga, cidade com pouco menos de 100 mil habitantes, o terminal rodoviário Leônidas Pereira de Almeida já se prepara para receber o movimento intenso entre os últimos dias do mês. Em dias normais, o local chega a atender 1 mil passageiros, que utilizam o serviço local e também partem para outros localidades, com ônibus de longa distância. No Natal, a administração do prédio chega a registrar mais de 1200 pessoas. Apesar de ser bom para as vendas, o aumento no fluxo de passageiros requer mais atenção e investimento por porta do terminal. É por isso que a rodoviária já se prepara para reforçar a segurança e melhorar o atendimento, principalmente para quem desembarca na cidade.

A Polícia Militar e os agentes de trânsito atuam constantemente no local – reforço para ajudar no combate ao transporte clandestino de taxistas e mototaxistas que rondam pelo local, além de dar mais segurança para os passageiros que aguardam seu embarque nas plataformas. Desde o ano passado, foram instaladas oito câmeras de segurança na rodoviária de Votuporanga, elas são monitoradas 24 horas. Segundo administração do local, elas ajudam a desvendar ocorrências e inibir ações criminosas dentro do terminal.  Na parte da limpeza e organização do terminal, 12 funcionários trabalham em período integral. As companhias de ônibus responsáveis pelo transporte de longa distancia são: Itamarati, São Luiz e São Francisco.