Rodoviária de Teresina tem escada rolante

Escada rolante na rodoviária de TeresinaA escada rolante é uma das novidades da reforma finalizada na rodoviária de Teresina, no Piauí. O projeto inaugurado no dia 18 de outubro, graças aos esforços do Governo do Piauí e da empresa Sinart (Sociedade Nacional de Apoio Rodoviário e Turístico), por meio de uma Parceria Público Privada – PPP, vai beneficiar milhares de pessoas. Essa é a primeira etapa de uma série de obras para melhorar a acessibilidade e o conforto de quem embarca e desembarca no local, diariamente. Só nesta primeira etapa que envolve a instalação de uma escada rolante e o anúncio da compra de um elevador, o valor ultrapassa R$ 1 milhão, segundo dados do SeadPrev. A expectativa é transformar o Terminal Rodoviário de Lúcido Portela em uma das rodoviárias mais modernas do Brasil.

Para isso, a PPP terá de desembolsar mais uma boa quantia. O dinheiro será destinado para reestruturar vários pontos do prédio, incluindo a reforma dos sanitários e modificações na iluminação do local. Os concretos também passarão por limpeza em breve e o setor de desembarque para viagens de longa distância serão revitalizados. A ideia é reforçar a segurança de quem utiliza o serviço durante o dia e a noite, e por isso, um posto da Polícia Civil também poderá funcionar dentro da rodoviária. O encanador Marcos Donizete, de 47 anos, conta que a reforma da rodoviária é comemorada na cidade. “Estamos felizes com os investimentos que o terminal rodoviário está recebendo”, conta. Ele afirmou que os banheiros precisam de reparou urgentemente e espera melhorias na segurança do local.

Rodoviária de Teresina
Fundada no final da década de 80, a rodoviária de Teresina atende mais de 400 cidades do interior do Piaúi, além de levar milhares de passageiros para outros estados brasileiros, através das melhores auto viações do Brasil. O terminal oferece internet gratuita aos mais de 60 mil passageiros que passam pelo local todo o mês.

Reforma da rodoviária de Joinville vai beneficiar milhões de usuários

rodoviária de JoinvilleMais de 2 mil passageiros que utilizam diariamente as plataformas de embarque e desembarque da rodoviária de Joinville, irão ser beneficiados com a reforma do terminal, no ano que vem. Quem utilizar os serviços rodoviários para sair ou chegar até a cidade paranaense encontrará melhorias no serviço, após a reforma prevista para começar nos primeiros meses de 2017. O Ipreville (Instituto de Previdência Social dos Servidores Públicos do Município de Joinville) acredita que se tudo ocorrer dentro do planejado, o processo de licitação será realizado em janeiro.  O investimento é uma parceria entre o Ipreville e a Amunesc que prevê uma série de alterações nas instalações do Terminal Rodoviário Harold Nielson, a fim de melhorar a segurança e o conforto de quem passar pelo local. A reforma irá substituir o piso e o telhado, além de reparar as instalações hidráulicas e elétrica do prédio. Administrada pelo Ipreville, o terminal rodoviário da cidade deverá ser reformado através do custeio de uma taxa administrava, que será recolhida das contribuições patronais do instituto. Para fazer uso da aérea, a prefeitura de Joinville paga um aluguel mensal de R$ 114 mil.

Ministério Público

O Ministério Público Estadual recebeu denúncia da falta de infraestrutura do terminal, depois que o Compo de Bombeiro Militar e a Vigilância Sanitária foram acionados para inspecionarem o local.  Nas inspeções ficou comprovado pela vigilância que os sanitários são o local onde mais necessita de reparos, já que faltam acessos nos vasos e locais apropriados para depósito de lixo. Atualmente, a rodoviária conta com seis banheiros, sendo dois adaptados para passageiros com mobilidade reduzida. O Ipreville também é obrigado a desenvolver um Plano de Prevenção e Combate a Incêndio e Pânico, juntamente com as adequações arquitetônicas apontadas nas solicitações dos bombeiros.

Números

Em média, mais de 60 mil passageiros passam pelo terminal de Joinville, no mês. Além de contar com seis sanitários gratuitos, o prédio tem em suas instalações uma loja e três lanchonetes. As viagens de longa distância são realizadas por 11 empresas de ônibus.