Terminal de Porto Velho reajusta taxa de embarque

O aumento na taxa de embarque imposto pela rodoviária de Porto Velho está encarecendo o preço das passagens rodoviárias adquiridas com embarque no terminal. Autorizado pela Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados do Estado de Rondônia (AGERO), a administradora do espaço, Silvestre LTDA poderá cobrar a taxa de R$ 1,80 por cada passagem rodoviária, acrescida o valor comercializado pelas operadoras de transporte que atuam no local. A taxa já embutida no valor da passagens de ônibus dá direito ao passageiro ao uso dos sanitários instalados no local. Basta o passageiro mostrar o comprovante da passagem há um funcionário para utilizar o serviço gratuitamente.

Com o recolhimento da taxa, o terminal de Porto Velho e as concessionárias que administram outros terminais rodoviárias podem manter o local mais limpo e seguro. É importante salientar que o preço da tarifa de embarque pode ser mais cara conforme a distância e da cidade de destino da viagem. Apesar das criticas de muitos usuários do local, depois que a tarifa passou a ser praticada, vários passageiros garantem que a limpeza do prédio melhorou. Mesmo assim, a segurança é algo que preocupa os passageiros e até mesmo os comissionados que atuam no espaço. Há constantemente vários registros de furto e tumulto no setor de embarque.

Dados da rodoviária de Porto Velho

A Rodoviária de Porto Velho oferece linhas intermunicipais e interestaduais para Ariquemes, Cacoal, Ji-Paraná e Pimenta Bueno, respectivamente dentro de Rondônia, além de integrar os estados do Acre, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Paraná, com o serviço rodoviário de mais de cinco companhias de ônibus credenciadas. Quem compra as passagens de ônibus pela internet já estão colaborando com os impostos e taxas aplicadas pelo terminal rodoviário.

Rodoviária de Teresina instala novas câmeras de segurança

“Sorria, você está sendo filmado”. Quem passa pelo terminal rodoviário de Teresina, certamente verá esta mensagem em um dos corredores de suas dependências. Acontece que a rodoviária instalou um moderno sistema de câmeras (CFTV), para auxiliar no trabalho de monitoramento e segurança dos fiscais que atuam na rodoviária. Segundo a empresa Sociedade Nacional de Apoio Rodoviário e Turístico Ltda (Sinart), foram instaladas 24 câmeras em Full HD (alta definição), porém a intenção é aumentar o número para 60. A Sinart quer espalhá-las por todos os arredores do terminal rodoviário, a fim de coibir com mais precisão e rapidez, práticas ilícitas como furtos, roubos, depredação, invasão e outros incidentes dentro do complexo.

Em uma parceria inovadora e bem-sucedida por meio de Parceria Público Privada, a Sinart é concessionária dos serviços da rodoviária, contratada para garantir a segurança dos passageiros e a conservação do prédio público. A empresa conta com serviço de fiscais operacionais no terminal. Os fiscais são responsáveis pelo controle da entrada e saída de veículos e pessoas nas dependências da terminal, além de realizarem ronda nos sanitários, salões, áreas de vendas de passagens de ônibus, plataformas de embarque e praça de alimentação, diariamente. O trabalho também abrange a fiscalização e inspeção da área do apoio administrativo, e lojas nas suas aberturas e fechamentos; tanto quanto a organização do embarque e escoamento de ônibus nos horários de grande movimento.

É por isso que as câmeras são importantes para o processo de inspeção, organização e segurança garantidos pela empresa. Vale ressaltar que também é de competência da Sinart, orientar o usuário quanto à utilização de tarifas de embarque, não permitindo a permanência e pratica de vendedores ambulantes e de pedintes, além do controle quanto o  estacionamento de veículos em áreas não demarcadas.

Rodoviária de Salvador irá ampliar vagas no estacionamento

A ampliação de vagas no estacionamento do terminal de ônibus de Salvador é uma das melhorias da obra de infraestrutura que vem sendo aplicada no local. Para que a obra prossiga sem atrasos, os serviços da rodoviária da capital baiana serão paralisados em dois fins de semana, especificamente entre os dias 19, 20, 26 e 27 de agosto. Segundo a CCR Metrô, empresa que administra o sistema, o prédio deverá parar de funcionar para a implantação do novo pavimento nas vias de acesso e circulação dos coletivos.

Recomendações para o trafego de passageiros

Conforme informações divulgadas pela administradora, nos dias em que o terminal estiver inutilizado, os ônibus que normalmente acessam o local farão as paradas nas plataformas P1 e P2, localizadas entre a Madeireira Brotas e a rodoviária, como pontos, que estarão identificados com placas e mapas.

Números da rodoviária

Atualmente, a rodoviária de Salvador recebe mais de 25 mil passageiros diariamente e necessita de ampliação em alguns serviços para manter a operação de suas linhas seguras e ordenadas. A reforma tornará o terminal mais acessível e confortável a todos que acessam suas dependências, como usuários, colaboradores e os próprios rodoviários. Além da criação de área externa para o estacionamento de ônibus, o terminal passará por várias reformas, incluindo pavimento e cobertura. Também há previsão para instalação de novas áreas comerciais e de serviços, com câmeras de vigilância integradas ao Centro de Controle Operacional (CCO) do metrô, elevador na passarela de acesso, instalação de piso tátil em todo pátio, guaritas de entrada e saída, posto policial com funcionamento 24 horas, sala de primeiros socorros, escadas rolantes e sanitários para Pessoas com Deficiência (PCDs), além dos sanitários comuns que também devem ser ampliados e reformados até o final da revitalização.