Estudantes não pagarão para viajar de ônibus pelo Brasil

QID Jovemuem ainda não completou os 30 anos mas já tem mais 15 anos de idade poderá viajar de ônibus de um Estado para ou outro, sem pagar um real pela passagem rodoviária. Este benefício oferecido pelo governo federal deve ser implantado até o início do segundo semestre deste ano. Ele garantirá que jovens de 15 a 29 anos com renda de até dois salários mínimos possam utilizar gratuitamente, os serviços rodoviários de companhias de ônibus sob linhas interestaduais, ou seja, linhas de longa distância. Outro requisito necessário para participar do benefício é estar matriculado em uma entidade estudantil, já que será ela a responsável pela emissão do documento para expedição da Identidade Jovem, carteira obrigatória que todos os estudantes deverão apresentar para embarcar gratuitamente.

O projeto ainda prevê a criação de uma plataforma exclusiva para acesso às passagens rodoviárias ao transporte gratuito, incluindo também o uso de um aplicado que será desenvolvido pela parceira Caixa Econômica Federal. O aplicativo será chamado de ID Jovem e tem previsão para ser lançado entre os próximos quatro meses. Com ele, o estudante emitirá virtualmente, um documento com verificação de validade necessário para o controle e uso das gratuidades dos ônibus em todo território nacional. O estudante Igor Peloto, de 20 anos, é um dos jovens que já estão na espera pelo aplicativo. “Não vejo a hora desse benefício valer aqui no Rio de Janeiro. Vou aproveitar para visitar parentes que moram no Sul”, revelou fazendo planos. A estudante de Belém, Marcia Girotto também torce para que as passagens gratuitas saiam do papel. “Vou viajar sempre que puder para estudar e conhecer lugares novos”, disse.

Regras
Segundo a regra, as companhias de ônibus responsáveis pelas viagens interestaduais deverão reservar por ônibus duas vagas totalmente gratuitas, além de garantirem mais duas com desconto mínimo de 50%, quando as anteriores já estiverem ocupadas. O formato é o mesmo utilizado nas gratuidades dedicadas aos idosos. Segundo a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), a concessão do benefício depende de identificação a ser emitida pela Secretaria Nacional da Juventude.