Mineiros irão ganhar uma nova rodoviária de Belo Horizonte

Rodoviária de Minas Gerais.

Rodoviária de Minas Gerais.

Finalmente a construção de um novo terminal rodoviário em Belo Horizonte irá sair do papel. Depois de mais de três anos após a homologação da licitação, chegou a hora da nova rodoviária de BH começar a ser erguida. Segundo informou a BHTrans – consórcio que administra a atuação estação rodoviária da cidade, a obra deve começar em agosto deste ano e se tudo ocorrer dentro do previsto, ser entregue em janeiro de 2017. Os próximos dois meses serão utilizados para limpeza e preparo do terreno, onde a rodoviária de Belo Horizonte será construída. O local tem uma área de 35,5 mil metros quadrados e será comandado pelo consórcio SPE Terminal BH, formado pelas empresas paulistas Socicam, Planova, Villanova, Telar e Amafi.

O investimento ultrapassa  a ordem de R$ 50 milhões que serão gastos só na construção da estrutura física do terminal. O grupo ainda deve desembolsar R$ 6,5 milhões para implantar o sistema viário de acesso. A obra é uma PPP – Parceria Público-Privada e por isso terá gerenciamento e renda voltada ao consórcio por durante 30 anos. Depois desse período, o empreendimento fica por conta do poder público. Gastos com desapropriações e limpeza não estão incluídos nos valores divulgados pelos investidores. A BHTrans garante que 288 famílias tiveram suas casas desapropriadas e foram indenizadas, reduzindo para 30 o número de casas nas proximidades, apesar de estarem fora do perímetro da nova rodoviária de POA.

A Companhia Urbanizadora de Belo Horizonte (Urbel) estuda a possibilidade de remover essas famílias do local. O contrato exige que a obra seja concluída em um prazo de um ano e meio após ser iniciada. O empreendimento deve começar com um prazo máximo de seis meses, após a liberação da área. A nova rodoviária será capaz de receber 40 mil usuários, todos os dias, com capacidade compatível com os maiores terminais rodoviários do Brasil. A rodoviária oferecerá dois pavimentos com 41 plataformas para embarque e desembarque no térreo, podendo chegar a disponibilizar 56 plataformas. O estacionamento terá mais de 400 vagas cobertas, enquanto no interior do prédio será possível obter o atendimento de 70 bilheterias, em um complexo com uma ampla praça de alimentação.