Páscoa esgota passagens rodoviárias na rodoviária Porto Alegre

Passagens rodoviárias se esgotam em Páscoa

Passagens rodoviárias se esgotam em Páscoa

O feriado de Páscoa mal tinha começado e mais da metade das linhas rodoviárias regulares da rodoviária Porto Alegre já estava esgota. A maioria da procura por viagens de ônibus realizadas por quem mora na capital gaúcha apontou que a preferência para destinos até o litoral e cidades no interior do Estado ainda é intensa.
Por causa da grande demanda, quem chegou até o terminal rodoviário na quinta (17) com intenção de embarcar até os municípios de São Luiz Gonzaga, Itaqui, Dom Pedrito, Magistério, Quintão, Uruguaiana, Bagé, Santa Rosa, Balneário Pinhal e Cidreira, teve que mudar a programação de sua viagem por falta de passagens rodoviárias disponíveis no local.
As passagens para Capão da Canoa e Tramandaí, no Litoral Norte, terminaram no final do dia.

O movimento registrado pelas viagens com saída da rodoviária POA, na sexta-feira santa foi mais discreto. Por causa do feriado santo, muitos preferiram sair de casa no dia anterior ou aproveitar a manhã de sábado para viajar.
A administração da estação rodoviária realizou uma operação especial com mais de 300 linhas extras para compensar o aumento nas vendas dos bilhetes durante a Páscoa. A frota é composta por 600 ônibus rodoviários.
Mais da metade dos que passaram pelo terminal Tietê em São Paulo, também procuraram o serviço rodoviário no Rio Grande do Sul. Somando os três dias que antecederam o feriado, mais de 50 mil passageiros embarcaram. Só na quinta, 25 mil pessoas saíram da cidade. Sábado foi o dia de menor fluxo, com circulação de 12 mil embarques.

Para esclarecer dúvidas e ajudar na comercialização das passagens de ônibus, a concessionária do terminal também apelou pela internet. Na página oficial da rodoviária era possível reservar passagens e obter informações a respeito das companhias de ônibus e das linhas disponíveis.
Para o gerente da rodoviária, Jorge Rosa o reforço das frotas e o aumento das linhas regulares é previsto de acordo com a perspectiva do movimento traçado para cada feriado prolongado da capital.
A Copa do Mundo deve ser o próximo evento a provocar a superlotação do terminal e já ganhou atenção especial de seus organizadores.