Prefeitura reforma rodoviária de Guarapuava após duas décadas

Reparos e Reformas

Reparos e Reformas

Mais de R$ 572 mil serão gastos para reparar o terminal rodoviário de Guarapuava, na região central do Paraná. Essa é a primeira vez que o prédio passa por reformas, desde sua inauguração em dezembro de 1992. O investimento liberado com recursos próprios da prefeitura deve ser suficiente para troca total do teclado do terminal, assim como os refletores e a fiação elétrica. O projeto também prevê reparos nos banheiros, melhorias nas rampas de acesso, vidraças, corrimãos e na instalação hidráulica. Sem manutenção desde 2013, o telhado que ficou bastante danificado com as fortes chuvas da região, e é prioridade na reforma. De acordo com a prefeitura, a obra será dividida em duas etapas. A segunda, com investimentos na ordem de R$ 420 mil garantirá novas instalações e melhorias para a rodoviária de Guarapuava. Com o dinheiro, que deve ser viabilizado por meio de financiamento na Caixa Econômica Federal e emenda parlamentar, a prefeitura pretende substituir as cadeiras da área de embarque, instalar portas automáticas, reformar os guichês, instalar ar condicionado, sistema de som e instalar vidros para proteger a área interna das correntes de vento.

Rodoviária de Irati

A rodoviária de Irati, do Paraná foi reinaugurada no primeiro semestre deste ano, depois de ficar três anos interditada. A obra iniciada em fevereiro de 2012 sofreu atrasos com a troca de empreiteiras, e chegou há ficar 14 meses sem operação. Durante o período da obra, a população utilizou um terminal provisório, perto da antiga estação. O terminal reconstruído no mesmo local custou R$ 3,3 milhões para os cofres públicos. Atuam no local duas auto viações responsáveis pela operação de linhas interestaduais e intermunicipais. O acesso à rodoviária também foi pavimentado. Hoje, a rodoviária tem 3,1 mil metros quadrados e oito salas comerciais.