Rodoviária de Natal recebe 70 mil embarques no Ano Novo

Rodoviária de Natal recebe movimento intenso.

Rodoviária de Natal recebe movimento intenso.

A rodoviária de Natal registrou movimento intenso durante as duas últimas semanas de 2014. Segundo estimativa do terminal rodoviário, mais de 70 mil pessoas deixaram a capital do Rio Grande do Norte para passar a virada do ano longe de casa. Quem preferiu o transporte rodoviário e reservou as passagens de ônibus direto do computador, pôde optar por mais de 150 itinerários extras, oferecidos pelas principais auto viações que atuam na estação rodoviária da cidade. Em dias de movimentação normal são realizadas 130 viagens rodoviárias, contando com trajetos sobre linhas interestaduais e intermunicipais. Dos destinos mais procurados durante o período do ano, as lindas praias do Estado aqueceram a venda no setor rodoviário. As cidades litorâneas também foram disputadas com destinos até municípios do interior, com destaque para Mossoró e Caicó.

Além das festas de final de ano, o motivo pelo movimento intenso nas plataformas de embarque do terminal, teve haver com um feriado santo, comemorado no dia 6 de janeiro. Na hora de viajar todo cuidado é pouco, principalmente quando há muita gente concentrada em um mesmo lugar. É por isso, que a orientação de quem administra a rodoviária de Natal é nomear as bagagens e portar documentos de identificação dos filhos menores de 12 anos, mesmo que estejam na companhia de seus pais. Sem informação, muita gente ficou sem embarcar por causa da falta da documentação necessária, exigida no terminal da cidade. Apesar de parecer burocrático, a apresentação da documentação é uma garantia de que o passageiro tem de estar viajando com mais segurança. A dica para quem viaja com os filhos, é levar uma cópia do documento da criança, que possa comprovar parentesco.

A exigência atrapalhou os planos do casal Melissa e Reinaldo, que pretendiam visitar a família no Rio de Janeiro durante o Réveillon, na companhia do filho Ryan, de 8 anos. O problema é que os dois deixaram para comprar as passagens rodoviárias no dia da viagem e ao chegarem ao guichê de atendimento, foram informados de que só poderiam embarcar, caso apresentassem o registro de nascimento da criança. Quem quiser saber mais sobre o que é exigido para as viagens rodoviárias, pode conferir as dicas da Rodomoça, no link http://queropassagem.com.br/dicas-de-viagens-de-onibus