Justiça quer adequações na Rodoviária de Aracaju

O Governo do Estado de Sergipe terá até 90 dias para por em prática as adequações solicitadas pela Justiça, que preveem melhorias nos serviços prestados pela rodoviária de Aracaju. A ação civil pública acatada pelo juiz Marcos de Oliveira Pinto, da 12º Vara Cível de Aracaju, em caráter de urgência determina uma séria de ações que visa garantir mais segurança, higiene, conforto e mobilidade dos passageiros e comerciantes que ocupam o famoso Terminal Rodoviário Luiz Garcia, conhecido como ‘Rodoviária Velha’, na capital de Sergipe.30

Já faz sete anos que as inspeções do terminal vêm apontando irregularidades, envolvendo falta de sinalização e placas de orientação no setor de embarque, organização nas filas de espera, número de acessos no interior da rodoviária, fluxo rodoviário de veículos e pessoas no mesmo perímetro e grande circulação de ambulantes, barracas e carroças nas vias que deveriam ser desocupadas. Daqui os próximos três meses, o terminal rodoviário de Aracaju deverá ter um projeto aplicável para combate a incêndio e pânico aprovado pelo Corpo de Bombeiros; instalação de luminárias de emergência e sinalização de extintores; manutenção de obras emergenciais no prédio, corrigindo pontos de corrosão, fissuras, ferragens expostas, desplacamento de revestimento cerâmico; delimitação da área do terminal, identificação em acessos e melhoria no controle de circulação de usuários e veículos; ordenamento do comércio, organização de vendedores por meio de cadastro e em quantidade compatível com o espaço existente; fiscalização dos estabelecimentos do local; e reformas nos sanitários.

Se o Governo Estadual não cumprir o prazo previsto, poderá pagar multa diária de R$ 5 mil. A Secretaria de Estado da Infraestrutura (Seinfra) que será responsável por encabeçar as mudanças do terminal rodoviário, disse que ainda não foi notificada da decisão. No começo deste mês, o teto de concreto da marquise da rodoviária teve parte cedida, quase provocando um acidente grave.

Terminal Rodoviário de Riachuelo recebe verba para reforma

rodoviária de aracajuO terminal rodoviário de Riachuelo está localizado há 29 km de Aracaju, capital de Sergipe e as obras de readequação do local eram necessárias há muito tempo. O Governo de Sergipe, por meio da Secretaria de Estado da Infraestrutura e do Desenvolvimento Urbano (Seinfra), geriu a reforma e ampliação do Terminal, com investimentos no valor de R$ 532.095,73 oriundos do Programa Sergipe Cidades, o novo espaço possui 228,77 m² de edificação em uma área total de 1.274,67 m². Localizado na região central da sede do município, à margem da Rodovia SE 245 e a Praça Getúlio Vargas, a obra contribuirá efetivamente para o bem-estar dos moradores e passageiros que se deslocam tanto para a capital, quanto para as cidades circunvizinhas de Laranjeiras, Malhador, Santa Rosa de Lima, Divina Pastora e outros municípios da região.

A obra contou com obras de revitalização e ampliação, além de serem investidos recursos na segurança e acessibilidade do local. O terminal rodoviário de Aracaju possui agora uma ampla área de circulação, seis bancos de espera em concreto, guichê para venda de passagens, quatro espaços comerciais onde funcionará lanchonete, salão de beleza, distribuidora e banca de revista, além de uma sala de administração e WC masculino e feminino. Para garantir a acessibilidade, foi construída uma rampa de acesso e um banheiro exclusivo para deficientes. Tal revitalização era pedida a muito tempo de moradores que utilizam diariamente o sistema de transporte local a fim de viagens rodoviárias intermunicipais e interestaduais, reforçando assim um programa de mobilidade urbana proposto pelo governador Jackson Barreto, compondo também aos planos de revitalização da praça ao fundo do terminal, que também passou por obras e se tornou um local mais agradável e bonito para se transitar.

A parte externa foi contemplada com três plataformas para embarque e desembarque de ônibus, dois abrigos de madeira para espera de passageiros, sendo um destinado aos táxis e outro para moto taxistas, cinco vagas de estacionamento para automóveis e seis para motocicletas, além de projeto paisagístico. Outras propostas que irão modificar o cenário em Riachuelo são: ampliação e construção de novas vias, recuperação da malha viária em pontos críticos, manutenção e reforma de terminais rodoviários, o que possibilita não apenas a melhoria no tráfego, como também assegurar o conforto dos usuários do transporte público”